Sobre as Sombras

Não tenho como fugir! Por onde eu ando, ela está presente. Por onde você anda, sua sombra está presente.

Muitas vezes a minha sombra me agrada, pois vejo o desenho de uma companheira, amiga e, se eu não fico esperta, ela anda na minha frente, de tanto que ela deseja ir adiante, rumo ao infinito! Com sol ou com chuva, de dia ou de noite, ela está lá me convidando para seguir viagem. Uma viagem que não tem tempo de duração definido, não tem destino certo, não se sabe quem continuará a viagem ou se alguém mais vai se aproximar. A única coisa que se tem – mas é preciso atenção, são sinais de para onde seguir.

Outras vezes a sombra me irrita, não quero que ela me acompanhe, pois me atrapalha, me impede, me limita! Aí eu penso: esta não é a minha sombra!
Neste caso, os papéis se invertem. Eu estou o desenho, eu sou a sombra de uma as-sombra-ção. E eu fico uma sombra pequenininha...


Só que eu descobri que esta as-sombra-ção é mais medrosa do que o medo que transmite. Aí, eu grito e ela corre!
Mas a as-sombra-ção é tinhosa. Teima em voltar.
Aí eu já não grito mais... Eu é que corro, porque não quero estar e nem ser sombra. E ela não me pega mais, porque aprendi a ser mais rápida que ela.

Agora, depois de aprender a lidar com a as-sombra-ção, fico muito feliz em ver minha legítima sombra.

6 ajudaram a juntar palavras:

Cris Animal disse...

Minha amiga, acho que vou unir nossos textos e fazer um só....rs
Sombras são sonhos?
Qual será a nossa sombra?
Perseguimos e somos perseguidas e no entanto, qual é a sombra que se encaixa na nossa?
Sonhos em sombras.....rs
beijo enorme
..............Cris Animal

paula barros disse...

Garimpei seu blog numa mina. E adorei.

Vou voltar com calma.

Dei um olhada, parabéns atrasado,mas dentro do prazo. As imagens de percepção estão ótimas, alumas não conhecia. Vi coisas demais.

abraços

Pelos caminhos da vida. disse...

beijooo.

Maria Dias disse...

Acho q acabas de reconhecer a tua própria sombra em meio a tantas outras e quem sabe isso já seja frutos da mulher mais madura (o presente da nova idade!).

Votos q a tua própria sombra te acompanhe SEMPRE!

Beijinho

Crika(Maria Dias)

Anônimo disse...

É isso aí, Mana. Um presente de aniversário. Amadurecer e não apodrecer. Aproveitar cada dia único, como único que é. Cada hora, cada minuto. Um amigo meu já dizia que nós só temos uma única obrigação na vida, umazinha só, que é a obrigação de sermos felizes. Já nos falamos sobre isto, né? Ser feliz não é ser alegre permanentemente. É ser como é e sentir o que estiver sentindo. Isto é ser feliz. É botar uma única máscara: a máscara da com a nossa cara real, boa ou ruim, mas sempre com nosso verdadeiro estado de espírito. Este estado de espírito real, geralmente produz uma sombra que tendemos a aceitar sem nos assombrar!
Beijo grandão do Mano Véio

mfc disse...

Há dias em que não nos sentimos bem na nossa pele... mas temos a obrigação de gostarmos sempre de nós!

Related Posts with Thumbnails
 
© 2007 Template feito por Templates para Você